Feira Virtual proporciona aumento de até 50% na comercialização de agroindústrias e agricultores familiares

Feira Virtual proporciona aumento de até 50% na comercialização de agroindústrias e agricultores familiares

Feira Virtual proporciona aumento de até 50% na comercialização de agroindústrias e agricultores familiares

"Depois que começou essa pandemia, a gente teve mais clientes novos conhecendo e comprando os nossos produtos e as vendas aumentaram mais de 50%", afirma Roberto Parisotto, proprietário da Agroindústria Família Parisotto, de Bento Gonçalves, que produz massas, molhos e biscoitos, sendo umas das mais de 650 cadastradas na Feira Virtual da Agricultura Familiar (Fevaf) da Emater/RS-Ascar, mantida em parceria com a Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr).

Embora a feira do produtor no município, que é o principal ponto de venda da família, tenha sido retomada aos sábados à tarde, a família continua com as entregas a domicílio. “Valeu essa ideia, o esforço que a equipe da Emater fez foi de grande valia, acho que, se não fosse essa iniciativa, as agroindústrias estariam penando. A nossa não pode se queixar, apesar de ter começado há pouco tempo, teve grande importância essa ajuda”, avalia Parisotto, ao lembrar que também aperfeiçoaram a divulgação do empreendimento no Facebook.

O produtor de morango em cultivo protegido, na localidade de Capão Penso, em Cambará do Sul, Daniel Santos Castilhos, já vinha realizando a venda da produção três vezes por semana diretamente ao consumidor e em alguns mercados. Mas com a recomendação de isolamento social devido à Covid-19 e menor circulação de pessoas, a procura também diminuiu. “Só que, com a divulgação nas nossas redes sociais e da iniciativa da Emater de elaborar um informe virtual com a oferta de produtos da agricultura familiar, mais o cadastro na Fevaf, pudemos aumentar em cerca de 30% as vendas de morango”, comemora Castilhos.

Desde meados de abril, mais de 650 empreendimentos de agroindústrias, cooperativas e agricultores familiares do Rio Grande do Sul estão cadastrados na Feira Virtual da Agricultura Familiar (Fevaf), disponível em https://bit.ly/2XtLndL. O objetivo deste hotsite, lançado no último dia 13, é aproximar produtores e consumidores, favorecendo o escoamento da produção por meio desse atendimento virtual, em especial neste período de quarentena e de isolamento por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

A plataforma da Feira Virtual foi idealizada e construída pelas gerências Técnica (GET) e de Tecnologia da Informação (GTI) da Emater/RS-Ascar, em parceria com a Seapdr. Nela estão sendo cadastradas agroindústrias que integram o Programa Estadual de Agroindústrias Familiares, agricultores familiares com DAP e cooperativas com DAP jurídica que têm produção para vender diretamente ao consumidor. “Estes são os critérios”, destaca o presidente da Emater/RS, Geraldo Sandri.

A gerente técnica adjunta, Luana Machado, explica que a plataforma objetiva conectar consumidores a produtores. “O consumidor entra na plataforma e pesquisa o nome da agroindústria, município e/ou produto e como entrar em contato, o que será feito por telefone ou WhatsApp disponibilizados nesta plataforma”. No portal também são apresentadas dicas de alimentação e de prevenção e enfrentamento à Covid-19.

Interessados em oferecer seus produtos devem entrar em contato com o Escritório da Emater/RS-Ascar de sua cidade para preencher o formulário. Encontre o endereço e e-mail de cada escritório em https://bit.ly/2yU7FuJ.