Exportações de carne suína devem crescer 13% em 2022 no Brasil

​​​​​​​Brasil deve exportar até 1,25 milhões de toneladas de carne suína neste ano

Exportações de carne suína devem crescer 13% em 2022 no Brasil

O cenário positivo para a carne suína no mercado internacional constatado durante 2021 deve permanecer para o próximo ano. A expectativa é que as exportações no setor cresçam 13% em 2022, ano em que o Brasil deve exportar até 1,25 milhões de toneladas de carne suína, segundo projeção divulgada pela Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) na manhã desta quarta-feira (29).

As projeções para este ano também são positivas. Até dezembro, o País deve exportar até 1,15 milhões de toneladas - um crescimento de 12% em relação às 1,024 milhões de toneladas exportadas em 2020.

A produção também deve aumentar em 2022, atingindo até 4,85 milhões de toneladas , uma variação positiva de 4% em relação à expectativa de produção final para este ano, que está na casa das 4,7 milhões de toneladas. Este número é também um acréscimo na produção total de carne suína brasileira realizada em 2020 - que foi de 4,436 milhões de toneladas e este ano, portanto, está rescendo 6%.