Associados da Cotrirosa produzem leite com mais qualidade em 2020

Mais de 90% do leite produzido pelos associados da Cooperativa atende os parâmetros do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento

Associados da Cotrirosa produzem leite com mais qualidade em 2020

A profissionalização e evolução do setor leiteiro da Cotrirosa, principalmente em relação a qualidade do leite, apresentou um crescimento significativo durante o ano de 2020. Mais de 90% do leite produzido pelos associados da Cooperativa atende os parâmetros do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Em relação a Instrução Normativa nº 76, que trata da qualidade do leite, no quesito controle de bactérias, a Cooperativa apresentou, durante o ano, percentuais abaixo do exigido pelo Ministério, ou seja, o leite produzido pelos associados possui o número de bactérias bem abaixo do limite exigido pela Normativa. Para o médico veterinário da Cotrirosa, Augusto Moroni, isso é resultado do trabalho desenvolvido pela Cooperativa em parceria com o produtor leiteiro. “A aplicação por parte do produtor em relação aos protocolos das normas de produção de leite e o acompanhamento da área técnica são alguns dos fatores que garantem esse resultado”. Ele destaca ainda que não foi possível alcançar o máximo devido as variações em dias que fogem do padrão, como dias chuvosos, por exemplo. “Fizemos um monitoramento diário da qualidade do leite, assim que notamos alterações nos números visitamos a propriedade e readequamos o manejo”, explica Moroni.

Atualmente, são 250 produtores de leite que, através da Cotrirosa, entregam produto para a Cooperativa Central Gaúcha Ltda. (CCGL), localizada em Cruz Alta, qual a Cotrirosa é uma das cotistas. “Mesmo em um ano com uma estiagem prolongada, que atingiu as forrageiras de inverno, impediu a implantação das forrageiras de verão na hora certa, prejudicou as lavouras de milho e ainda, a pandemia em relação à Covid-19, que alterou a questão mercadológica do produto, temos que comemorar as conquistas do setor”, enfatiza Moroni.

O resultado de ter um leite de qualidade tem reflexos significativos para o produtor, indústria e consumidor. “Além de garantir a segurança aos consumidores, um produto de qualidade possibilita maior rendimento industrial, acesso a mercados que exigem mais qualidade e, consequentemente, tem um ganho maior na durabilidade do produto e melhor preço pago ao produtor, finaliza Moroni.