Agricultores de Porto Vera Cruz e Porto Lucena fornecem alimentos através do PAA

Os alimentos adquiridos via Programa de Aquisição de Alimentos foram posteriormente entregues às famílias indicadas pelos Cras de Porto Vera Cruz e de Porto Lucena

Agricultores de Porto Vera Cruz e Porto Lucena fornecem alimentos através do PAA
Agricultores de Porto Vera Cruz e Porto Lucena fornecem alimentos através do PAA

Organizadas em cooperativa, 27 famílias de agricultores de Porto Vera Cruz e três famílias de Porto Lucena encontraram no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, uma forma de expandir mercados e gerar mais renda para suas famílias. A organização da Coopovec permite que há mais de uma década, os associados entreguem alimentos diversificados e de qualidade para famílias do município e da região, através de projetos que beneficiam a centenas de famílias.

Na última semana, 53 famílias de Porto Vera Cruz, num total de 240 pessoas, e 130 famílias com aproximadamente 580 pessoas de Porto Lucena, em situação de vulnerabilidade econômica e social, tiveram acesso a alimentos produzidos por agricultores familiares destes municípios.

Para padronizar a produção e a entrega dos produtos de acordo com as normas técnicas, aconteceu reunião no dia 11/06, com a participação da Coopovec, do Centro de Referência em Assistência Social (Cras), Secretaria Municipal de Agricultura, Emater/RS-Ascar e fornecedores dos produtos, com a participação do prefeito de Porto Vera Cruz, José Andrade de Matos. Na entrega dos alimentos que ocorreu em 17/06, acompanhada pela Emater/RS-Ascar e pela Secretaria de Agricultura, foi realizada uma avaliação da sanidade dos alimentos, embalagens adequadas e conferência do peso. Os alimentos adquiridos via Programa de Aquisição de Alimentos foram posteriormente entregues às famílias indicadas pelos Cras de Porto Vera Cruz e de Porto Lucena.

Em 2021 a periodicidade das entregas tem sido mensal, especialmente em virtude das vulnerabilidades acentuadas pela pandemia. Há cuidados desde a produção, colheita, higiene e entrega dos alimentos ainda frescos, de modo a garantir a segurança alimentar, sendo praticamente todos os produtos in natura, com exceção do melado que é agroindustrializado.

Além das famílias beneficiadas com os alimentos frescos à mesa, através da modalidade de doação simultânea, comemoram também os agricultores, que tem a oportunidade de obter uma renda mensal e tem sua autoestima estimulada ao saber que estão contribuindo com outras famílias.

Os recursos dos projetos elaborados pelas cooperativas são oriundos do PAA, via Programa Fome Zero e repassados pelo Ministério da Cidadania aos Estados e Municípios.

Assessoria de Imprensa da Emater/RS-Ascar - Regional Santa Rosa

Deise A. Froelich

dfroelich@emater.tche.br

(55) 3512-6665 / (55) 9 9979-8195